Curso de blockchain, matemática do futuro, SHA-256



Published
Se você deseja aprender MUITO da Matemática que permite o #blockchain (Função Hash) e um POUCO da Física Quântica (Equação de Schrödinger) que forja as chaves criptográficas, venha para o Curso Blockchain (de lousa)!

O Curso Blockchain (de lousa) do Museu da Matemática Prandiano, desenvolvido pelo professor Ricieri (ITA), reúne os diversos blocos de Matemática inerentes ao tema, dando forma a um conteúdo entrelaçado, didaticamente único, aplicado na descentralização, rastreabilidade, transparência, imutabilidade e segurança de registros comerciais, industriais, bancários, governamentais, científicos e pessoais.

Blockchain, assim como a internet dos anos 90, aponta para mudanças radicais na forma como as pessoas, as empresas e também os governos se relacionam. No caso de empresas é possível, além da redução do custo de autenticação/ arquivamento de documentos, diminuir o número de questões litigiosas decorrentes de registros trabalhistas frouxos(Smart Contract). Essa forma de interação é descentralizada, pois conecta as partes interessadas diretamente, peer-to-peer, #P2P, sem a dispendiosa intermediação de uma autoridade central, que nem sempre está disponível. Isso resulta, entre outras coisas, na minimização de custos e de tempo, uma vez que elimina peremptoriamente a deletéria burocracia oficial.

Blockchain aponta também para um futuro onde haverá a eliminação de bancos, cartórios, fronteiras, bandeiras e nacionalidades: seremos então “habitantes” do metaverso computacional representados pelos nossos avatares que se movimentarão de bloco em bloco na matriz ocupacional, tendo em que as linhas representam as profissões e as colunas as especialidades, oferecendo serviços na forma de soluções seguras, ágeis e otimizadas (Optimized Contract).

Por outro lado, o consumo excessivo de energia com o Algoritmo de Consenso (proof-of-work), calcanhar de Aquiles do Blockchain, energia aplicada para adivinhar (mining) o aleatório NONCE que valida os registros que serão incluídos aos blocos já autenticados, gerando uma remuneração em criptomoedas para o avatar minerador, deverá ser substituído – sugestão do Curso Prandiano – por soluções matemáticas de problemas úteis. BOTS de inteligência artificial poderão analisar e resolver questões do tipo P2P; como é o caso de minimizar multas por atraso na entrega de produtos e serviços, encadeando as ordens de produção/demanda nos dois peers do contrato: escritórios de consultoria, consultórios médicos, bancas de advogados, startup´s poderão estar definitivamente virtualizadas no Blockchain.

A Matemática contida no Blockchain permite também uma tecnologia distribuída para desenvolvedores de aplicativos Mobile e Web (Backend-as-a-Service, BaaS) que podem acessar blocos de programas imutáveis, prontos para serem usados com o mínimo esforço (Software-Lego); o que pode reduzir consideravelmente os recursos necessários no desenvolvimento de um projeto da empresa/laboratório. Exemplos disso são os blocos de Polinômios Coloridos que resolvem uma série de demandas relativas à alocação de recursos e que na ligação de um polinômio ao outro (PolichainColor) podem gerar PCoins; e também os Nós (Knots), junto com os Emaranhados (Tangles), cujas ligações de blocos (Blockchain) modelam o DNA e viabilizam a matematização/ entendimento das nuances da vida.

Aos interessados em comprar e vender as criptomoedas, resultados do Blockchain, é necessário a formatação de uma carteira de investimentos (Wallet) que percentualiza as moedas de modo que maximize o retorno e minimize os riscos. Para isso, ensinamos a Teoria de Markowitz otimizada com a Matemática dos Algoritmos Genéticos.

Venha para a Prandiano e transforme sua vida profissional com a matemática do futuro.
Category
Cryptocurrencies
Be the first to comment